Musique à écouter – Músicas pra se escutar…

Das coisas que eu mais gosto de fazer, escutar música entra nas primeiras colocações do ranking. Estou sempre com fones no ouvido em qualquer lugar:  em casa, na escola, no shopping, na rua…

Pra mim, a música é uma grande aventura. Como é bom escutar uma boa música e se imaginar numa cena totalmente diferente, criar o seu próprio filme… (acho que não sou a única a fazer isso, né?!, hahaha).

Então, deixo algumas que acho bem legais pra você escutar e desfrutar.

Mais Tarde – Marcelo Camelo

Cigarette Daydreams – Cage The Elephant 

Color Decay – Júníus Meyvant

Big Black Car – Gregory Alan Isakov

E para terminar com chave de ouro: uma música francesa, é claro!!

L’air de rien – Margaux Avril

E então, gostaram?! =D

Mas e vocês, o que têm escutado?!

Bisous *-*

Endroits où aller – Places To Go: Lagoa

O Rio de Janeiro é repleto de lugares incríveis e diferentes para ir: de espaços super agitados a paisagens calmas de tirar o fôlego. Mesmo sendo carioca, eu não me canso de apreciar tudo o que tenho aqui. Por isso, quero compartilhar alguns lugares legais para ir e isso vale tanto pra quem ainda não conhece quanto pra quem já está acostumado com tudo isso.

O lugar de hoje é a Lagoa Rodrigo de Freitas.

20140201-213429.jpg

Tenho quase total certeza de que todo mundo já tenha visto esta paisagem pelo menos em fotos/televisão/internet. É mesmo muito linda. E além de apreciá-la você pode fazer muitas coisas por ali, como: caminhar, andar de bicicleta, andar em um triciclo ou quadriciclo, pedalar num cisne/patinho na lagoa (hahaha) e várias outras coisas.

Eis aqui algumas beldades para se fazer por lá:

Caminhada

20140201-184911.jpg

Esta ciclovia possui cerca 7,5 km de pista (sim! eu pesquisei isso! o/), então com certeza não faltará lugar para andar! (haha) E  se você estiver acompanhado, provavelmente nem vai notar o tanto que já andou, ainda mais com essa vista para o Corcovado!

20140201-190559.jpg

Andar de bicicleta

20140201-185150.jpg

Já que o assunto é ciclovia, eis um belíssimo lugar para se aventurar!

Pedalinho

20140228-195227.jpgVocê pode alugar um pedalinho e se sentir um pato profissional (hahaha, sqn…), já que não tem só cisnes por lá (também tem patos, hihihi). É um passeio bem divertido. Ainda mais quando começa a ventar (diversão!!!)!

20140201-184612.jpg

Triciclo/Quadriciclo

20140201-183825.jpg

É bem divertido. Na última vez, fui com a minha irmã e uma amiga e ficamos revezando: enquanto duas pedalavam uma ficava descansando e aproveitando o passeio, hahaha!

     Além disso tudo, você ainda pode andar de patins, skate, praticar slackline, tomar água de coco, comer biscoito Globo (Amo!), fazer um piquenique…

     Bom gente, é isso!  Espero que tenham gostado, bisous… *-*

Longa jornada

     A vida é cheia de surpresas, o que não nos permite saber das aventuras futuras que teremos que enfrentar. E se tivéssemos como prever o futuro, nossa vida seria mais fácil?! Pois bem, já não tenho muita certeza disso. Quando as coisas vem fáceis demais, a vida perde o seu valor. E assim, ao invés de uma vida com sentimentos prazerosos, ou não (pois os momentos difíceis nos ajudam na criação de um caráter), tem-se uma vida vazia, na qual um sonho ou um suspiro não passam de coisas vãs.

     Todos nós já passamos por situações que nos foram mui prazerosas ou indiscutivelmente ruins. O fato é que devemos aproveitar todas as situações pelas quais passamos, positivas ou não. Quando digo aproveitar, digo reunir os fatos e observá-los, pensar neles e, assim, tirar lições com as quais possamos utilizar para toda a vida. Uma das lições que eu pude tirar é que devemos dar a cada coisa o seu devido valor, mas para que isso aconteça é preciso, logicamente, saber o valor de tais coisas. Acho que essa é a principal questão da vida: conhecer o valor do que nos rodeia e do que está dentro de nós. Com isso sim, nós começamos a viver ao invés de sobreviver. Acontece que nada disso vem facilmente. Tudo na vida se desenvolve, e dependendo de cada pessoa, tal desenvolvimento pode durar pouco tempo, muitos anos ou se tornar até um regresso. Tudo realmente depende de nós mesmos e não das situações. E é exatamente nisso que devemos agir,  pois se depende de nós, é preciso reação, caso contrário, deixaremos que as situações nos moldem,  tornando-nos seres humanos indefinidos e sem objetivos, pois o que nos torna seres humanos com objetivos é o nosso ato de raciocinar, da ação, do nosso próprio mover.

     Passo um grande tempo da minha vida observando tudo o que não só me acontece, como também, o que acontece com outras pessoas e coisas que estão em minha volta. As vezes eu até acho que eu penso demais e que só falta sair umas fumacinhas dos meus ouvidos. Criei essa mania de pensar demais e, as vezes, esqueço até de falar. Preciso mudar vários aspectos da minha vida. Preciso mudar algumas certezas de lugar dentro do tempo. Mas acho que tudo isso faz parte, faz parte da vida.

Primeiro post!

Nada mais clichê do que por o título “Primeiro post” no primeiro post. (HAHA) Fiquei bastante tempo pensando no que eu poderia escrever, mas não funcionou muito. Já estava achando que eu não postaria nunca! Mas hoje eu tomei uma iniciativa para começar. Talvez eu comece outras coisas na minha vida também. Que tal começar com uma lista contendo o que devo começar? Haha, até que é um bom começo…

Pensar na vida… No que mais eu poderia pensar se estou vivendo?! Temos tantas coisas para falar/pensar/descobrir…Aaah! *-* Acho que é isso. Quero compartilhar um pouco da vida da Valentina, quer dizer, da minha vida, quer dizer, a da Thaís/Valentina/Thaís/Valen…

Espero que vocês gostem!

Bisous…